News Details

  • Home
  • 6 Passos para Escolher o Software para Digital Signage Certo
23 de julho de 2021 paloma 0 Comments

6 Passos para Escolher o Software para Digital Signage Certo

1 – Defina Suas Necessidades

O primeiro passo é conhecer bem seus objetivos com um sistema de digital signage e quais são as principais necessidades que o software precisa atender. Para isto, comece respondendo as seguintes perguntas:

  • Qual será a minha aplicação? TV Corporativa? TV no ponto de venda? Mídia indoor digital para vender anúncios? TV na sala de espera?
  • Em quantos locais vou instalar as telas? A programação de cada tela será diferente?
  • Estes locais ficam próximos do meu local de trabalho? Consigo agir rapidamente em caso de problemas? Consigo monitorar todos os pontos, todos os dias e pessoalmente?
  • Qual será a frequência de atualização da programação? Diariamente? Uma vez por semana? Indeterminada?
  • Quem será o responsável pela produção dos conteúdos?
  • Preciso de conteúdos prontos para facilitar a criação da programação?
  • O software precisa ter um criador/editor de conteúdos integrado?
  • Preciso inserir conteúdos em horários específicos? (campanhas promocionais, venda de anúncios, mensagens pontuais…)
  • Quantas pessoas irão gerenciar o sistema? Preciso de níveis de permissões diferentes?
  • A segurança da informação e do acesso ao sistema é um ponto crítico?
  • Quanto espaço disponível para conteúdos preciso no sistema? E a taxa de transferência de dados? Consigo estimar estas informações?
  • Vou precisar de relatórios de comprovação de exibição das mídias?

Com a maioria destas respostas em mente você já terá uma boa ideia de suas necessidades e o que um software para digital signage precisa ter.

2 – Conheça as Características Básicas de um Software para Digital Signage

Cada aplicação de digital signage necessita de recursos diferentes.

Por exemplo, para TV Corporativa a geração de relatórios de exibição das mídias não é uma característica essencial, a não ser que seja necessário fazer auditorias e mostrar relatórios do que é veiculado neste canal para seus superiores.

Já para operadores de MDOOH que vendem anúncios, a geração de relatórios é uma característica extremamente importante, pois é a melhor forma de comprovar a exibição das vinhetas dos clientes.

No entanto, há características que são fundamentais para qualquer aplicação de digital signage. São elas:

  • Permitir a criação de playlists e campanhas
  • Exibir os dados dos players em tempo real (status da rede, conteúdo exibido, etc.)
  • Aceitar o upload dos formatos mais comuns de vídeo e imagem
  • Aceitar o uso de molduras
  • Aceitar o uso de feeds RSS
  • Ser um Software Web (acessado por qualquer browser através de login e senha)
  • Ter um sistema de gerenciamento e backup de conteúdos na nuvem (cloud) ou em servidor próprio (appliance)
  • Interface fácil de usar

3 – Identifique as Características Avançadas que sua Aplicação Necessita

Agora que você já conhece os recursos que qualquer software para mídia indoor digital precisa ter, é hora de pesquisar quais deles suprem as necessidades específicas da sua aplicação. Citando algumas delas:

  • Disponibilidade de biblioteca de conteúdos prontos
  • Editor e criador de conteúdos integrado ao Software, incluindo uma galeria de elementos gráficos para auxiliar nessa criação
  • Gerenciamento de usuários e permissões
  • Geração de relatórios de exibição de conteúdos
  • Geração de relatórios de diagnóstico de hardware
  • Preocupação com a segurança da informação do sistema
  • Conteúdos interativos
  • Conteúdo georreferenciado

Além disso, é importante prestar a atenção em recursos do software que são para facilitar a operação do sistema no dia-a-dia do usuário.

4 – Encontre e Estude as Principais Empresas de Digital Signage do Mercado

Depois de conhecer e fazer um checklist de todas as funcionalidades que precisará utilizar no software de sinalização digital, você já pode começar a procurar e comparar as principais fornecedoras desta solução existente no mercado.

5 – Teste o Software das Empresas Selecionadas

Este é um ponto essencial do processo de escolha.

No mercado de SaaS (software as a service), é fundamental que a empresa ofereça um período de teste gratuito de sua solução, principalmente se tratando de um Software para Digital Signage.

Invista tempo nos testes.

Simule uma operação normal que acontecerá no dia-a-dia de sua empresa. Teste todas as características que você precisará utilizar. Avalie a usabilidade do software, a facilidade da operação e a documentação disponível para auxiliar seu aprendizado. Se necessário, já teste o suporte técnico também.

6 – Conheça os Preços e Entenda o Valor

Neste mercado existe até software para digital signage gratuito.

Parece tentador, mas lembre-se que “não existe almoço grátis”. Provavelmente os recursos são limitados, não há documentação e a empresa cobra por updates e suporte técnico. Por isso é essencial que você faça a sua lição de casa. Liste as funcionalidades que você precisa, selecione as melhores empresas e teste as suas soluções.

Fonte: https://mdooh.progic.com.br/software-para-digital-signage/